Dicas e Curiosidades sobre Londres

  • Chá português​​

A princesa portuguesa Catarina de Bragança foi a responsável pela introdução do Chá na Inglaterra. As histórias dos portugueses e do chá se cruzaram em 1560, quando os lusitanos chegaram ao Japão e se depararam com a cultura de utilizar os chás como bebidas sociais, o que ocorria por lá desde os primórdios da Dinastia Tang.

Catarina, princesa de Portugal, levou a ideia para o Reino Unido quando se casou com o rei Carlos II da Inglaterra.

  • London Eye Supersticiosa

As 32 cabines da London Eye representam os 32 distritos de Londres. Elas são numeradas do 1 ao 33, no entanto, pois a superstição falou mais alto: nada do número 13. Ao todo, 800 pessoas podem ser transportadas a cada rotação, o equivalente a 11 double deckers, os ônibus de dois andares.

  • Tira esse Marble Arch daí

O Marble Arch não parece, mas esconde uma dessas curiosidades sobre Londres. O monumento de mármore de três arcos não foi erigido no local onde você o avista atualmente, na junção da Oxford Street, Park Lane e Edgware Road, próximo ao Speaker’s Cornerdo Hyde Park, em Londres.

O nascimento do Marble Arch ocorreu em frente ao Buckingham Palace, em 1828. Desenhado por John Nash, que se inspirou no Arco de Constantine, em Roma, o monumento britânico foi arquitetado para ser uma passagem ao Palácio de Buckingham.

 

  • Dirija pela direita

Na Inglaterra, o volante do carro fica do lado direito, e os veículos trafegam pela esquerda. Certo? Não na Savoy Court, em frente ao tradicional Hotel Savoy.

Esse é, por lei, o único lugar em Londres onde o correto é trafegar pela direita. A prática vem de décadas atrás, quando, devido à pequena rotatória e ao espaço diminuto, os táxis começaram a circular de maneira invertida.

 

  • Mares de cerveja

Esta é uma curiosidade para os cervejeiros em Londres. No dia 17 de outubro de 1814, uma onda gigante tomou as ruas da área central de Londres.

Seria uma ressaca do Rio Tâmisa? Não. À noite, após o expediente na Mieux and Company Brewery, um container de cerveja, com 610 mil litros, se despedaçou. A forte pressão do líquido derrubou os outros galões, que também sucumbiram.

Como resultado, uma avalanche com 1,47 milhão de litros de cerveja levou abaixo duas casas e atraiu a sede de centenas de moradores das redondezas,

que decidiram mergulhar e beber de graça no que parecia ser uma dádiva etílica. Infelizmente, o teor  foi amargo: oito pessoas morreram afogadas.

 

  • Lingua: Inglês. Moeda: Libra. Voltagem: 240V 

ü Principais pontos turísticos

 

a) Big Ben

Construído durante o século XIX ao lado do Palácio de Westminster, o relógio mais famoso do mundo sobreviveu a guerras e bombardeios e se tornou o principal cartão postal da Inglaterra. O sino (de quase 14 toneladas!) instalado em seu interior é responsável por anunciar as horas na capital britânica há mais de 150 anos.

 

b) British Museum

Múmias, antigos artefatos egípcios e pinturas de grandes nomes da história – tudo isso em um só lugar! O museu nacional público mais antigo do mundo, fundado em 1753, exibe peças preciosas (como a Pedra Rosetta, crucial para decifrar os antigos hieróglifos egípcios) ao lado de salas de leitura que já foram frequentadas por grandes escritores e personalidades, como Bram Stoker e Karl Marx. Hoje, o maior museu do país abriga mais de 8 milhões de peças e oferece entrada gratuita todos os dias do ano, fechando apenas nos dias 24, 25 e 26 de dezembro e 1º de janeiro.

 

c) Buckingham Palace

O registro mais antigo da construção data de 1703. Desde então, inúmeras reformas e reparos foram feitos até que a casa da realeza britânica tivesse a forma que tem hoje. Com 775 cômodos, 240 quartos e 78 banheiros, um dos palácios mais famosos do mundo é parada obrigatória para quem está na cidade – principalmente no período da manhã, quando acontece a famosa cerimônia da troca dos guardas (confira datas e horários aqui). Vale lembrar que a entrada no palácio só é permitida durante o verão, quando a realeza tira férias.

 

d) O maior relógio de Londres

Responda rápido: qual é o maior relógio de Londres? Errado. Agora responda mais devagar (sabendo que o Big Ben não é um relógio, e sim um sino).

Apesar de ostentar um centésimo da popularidade do Palácio de Westminster, a Shell Mex House, que servia de quartel-general para a companhia petrolífera, no número 80 da Strand, abriga o maior relógio da capital britânica. O relógio da Shell Mex House mede 7,018 metros, enquanto aquele conhecido como Big Ben não passa de 6,9 metros. Nem o maior deles se encontra no top 10 mundial.

e)O Centro de Londres

Existe um ponto oficial em Londres de onde partem as medições de distância entre a capital britânica e as outras cidades. Você já se perguntou onde se localiza esse ponto, o Centro de Londres?

Na verdade, o Centro de Londres não se refere ao lugar geograficamente situado no centro da cidade, mas a uma referência histórica – e fica ali na Trafalgar Square.

 

f) A primeira ponte

A London Bridge foi a primeira ponte de Londres. A primeira versão dela surgiu ainda na época dos romanos, quase 2 mil anos atrás.

Mesmo assim, é confundida com uma ponte bem mais recente, a Tower Bridge, um dos principais pontos turísticos da capital britânica. Durante cerca de 300 anos, uma cena estarrecedora para os padrões atuais era comum na ponte: em estacas, as cabeças de traidores executados eram exibidas para os transeuntes.

Em 1598, um visitante alemão passou pela Ponte de Londres e contou mais de 30 cabeças à mostra.

Hope Pousada

@hopepousada

@hopepousada

  • Hope Pousada
  • Hope Pousada

    hopepousada@gmail.com

    (22)-2622-8357

    (22)-99841-9193